Ao longo dos últimos anos, avanços tecnológicos e o desenvolvimento de novos materiais e sistemas construtivos têm transformado a maneira como nos relacionamos com a arquitetura e também com o espaço construído. Cientes disso, pesquisadores alemães tem desenvolvido uma série de experimentos arquitetônicos através de um projeto colaborativo entre a Universidade de Stuttgart, o Instituto para Desenho e Construção Computacional (ICD) e o Instituto de Construção de Estruturas e Desenho Estrutural (ITKE). Estes “pavilhões experimentais” são estruturas arquitetônicas que, quando observadas sequencialmente, narram a história recente da arquitetura através da evolução dos processos de fabricação e construção de edifícios.

O principal objetivo do ICD é preparar os futuros arquitetos e engenheiros, convidando-os a participar ativamente nos processos de desenvolvimento e incorporação de novas tecnologias no exercício de projeto e construção, mesclando design, engenharia e arquitetura. Esta nova maneira de relacionar-se com a arquitetura e consequentemente com o espaço construído, nasce da integração desses três tópicos, expostos técnica e conceitualmente através de estratégias de projeto paramétricas e algorítmicas. A partir disso, os pesquisadores são estimulados a lidar e desenvolver soluções arquitetônicas integrando processos computadorizados, focando principalmente em processos de simulação, análise e pré-fabricação de modelos em escala 1:1.

Os grupos de pesquisa do ICD se dividem em dois grandes campos do conhecimento: o desenvolvimento teórico e prático de processos de projeto computadorizados e a integração dos processos de fabricação na construção, com foco particular em estruturas construídas por robôs. Estes dois grupos colaboram entre si para desenvolver e testar novas tecnologias de pré-fabricação e desenvolvimentos de novos materiais voltados a industria da construção civil de alta tecnologia.Guardar no Meu ArchDaily

Paralelamente, o Instituto de Construção de Estruturas e Desenho Estrutural (ITKE) da Universidade de Stuttgart concentra sua atividade no desenvolvimento de estruturas à serviço da arquitetura. O objetivo da ITKE é transcender os atuais limites da disciplina, aplicando as últimas novidades tecnológicas em engenharia e o desenvolvimento de novos materiais para construir uma nova forma de de fazer arquitetura. Os dois principais interesses do grupo de pesquisadores do ITKE são o desenvolvimento de novos materiais de alto desempenho juntamente com a morfologia estrutural e o estudo de sistemas estruturais inovadores.

A seguir, apresentamos os últimos pavilhões construídos pela Universidade de Stuttgart. Estas estruturas revelam tudo aquilo que há de mais recente no campo da arquitetura e construção de alta tecnologia.

O principal objetivo do ICD é preparar os futuros arquitetos e engenheiros, convidando-os a participar ativamente nos processos de desenvolvimento e incorporação de novas tecnologias no exercício de projeto e construção, mesclando design, engenharia e arquitetura. Esta nova maneira de relacionar-se com a arquitetura e consequentemente com o espaço construído, nasce da integração desses três tópicos, expostos técnica e conceitualmente através de estratégias de projeto paramétricas e algorítmicas. A partir disso, os pesquisadores são estimulados a lidar e desenvolver soluções arquitetônicas integrando processos computadorizados, focando principalmente em processos de simulação, análise e pré-fabricação de modelos em escala 1:1.

Os grupos de pesquisa do ICD se dividem em dois grandes campos do conhecimento: o desenvolvimento teórico e prático de processos de projeto computadorizados e a integração dos processos de fabricação na construção, com foco particular em estruturas construídas por robôs. Estes dois grupos colaboram entre si para desenvolver e testar novas tecnologias de pré-fabricação e desenvolvimentos de novos materiais voltados a industria da construção civil de alta tecnologia.Guardar no Meu ArchDaily

Paralelamente, o Instituto de Construção de Estruturas e Desenho Estrutural (ITKE) da Universidade de Stuttgart concentra sua atividade no desenvolvimento de estruturas à serviço da arquitetura. O objetivo da ITKE é transcender os atuais limites da disciplina, aplicando as últimas novidades tecnológicas em engenharia e o desenvolvimento de novos materiais para construir uma nova forma de de fazer arquitetura. Os dois principais interesses do grupo de pesquisadores do ITKE são o desenvolvimento de novos materiais de alto desempenho juntamente com a morfologia estrutural e o estudo de sistemas estruturais inovadores.

A seguir, apresentamos os últimos pavilhões construídos pela Universidade de Stuttgart. Estas estruturas revelam tudo aquilo que há de mais recente no campo da arquitetura e construção de alta tecnologia.