SAT

Desde 2003, a ABRASIP-MG promove o Seminário de Atualização Tecnológica. Um evento que se tornou referência para profissionais e estudiosos debaterem sobre inovações e o cenário atual do mercado de sistemas prediais em Minas Gerais e no mundo.

SAT 2019

XVI Seminário de Atualização Tecnológica discutirá as evoluções das instalações para acompanhar as novas tendências tecnológicas

Evento, promovido pela Associação Brasileira de Sistemas Prediais, será realizado em 17 de setembro; inscrições poderão ser feitas a partir de 08 de agosto, pelo site www.seminarioabrasipmg.com.br

As soluções e novidades na área de engenharia de sistemas prediais serão apresentadas durante o XVI Seminário de Atualização Tecnológica (SAT), promovido pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG) em conjunto com o Sebrae. O encontro acontece no dia 17 de setembro, das 8h às 18h20, no Auditório do Sebrae Minas (Av. Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada, Belo Horizonte). As inscrições estarão abertas a partir do dia 08 de agosto. Os interessados poderão se inscrever pelo site www.seminarioabrasipmg.com.br.

Com o tema “Evolução das Instalações para Atender às Novas Tendências Tecnológicas”, o Seminário tem o objetivo de fomentar o debate em torno das transformações pelas quais vem passando o mercado, apontando os principais problemas e soluções para as edificações. A programação terá foco no aumento da produtividade e eficácia em todos os processos, trazendo cases do setor e novidades em inovação e tecnologia que podem contribuir para elevar a qualidade dos projetos.

De acordo com Thaís Ribeiro, membro da equipe organizadora desta edição do SAT, o tema foi escolhido em função de sua importância. “O mercado da construção civil está recebendo muitas tecnologias para facilitar o cotidiano das pessoas e para auxiliar as instalações a serem mais eficientes. E, para que isso ocorra, os projetistas e construtores devem estar atentos a essas mudanças para saber como será a sua implantação. E uma das funções do SAT é trazer essa atualização tecnológica”, explica Ribeiro.

Para 2019, o SAT já tem algumas palestras confirmadas: “Atualização da norma de Água Fria e Água Quente”, com o engenheiro civil Sérgio Gnipper, “Novas tecnologias na construção e as parceria firmadas entre governo, setor privado e universidades – Estudo de caso de Israel”, com a COO da Construtech Inovation Patrícia Amaral de Macedo, “Tendências do Sistema Fotovoltaico”, com o Analista do Sebrae-MG João Paulo Palmieri e “Segurança das Instalações Elétricas”, com o auditor e técnico de Segurança do Trabalho da CEMIG  Uilton Amaral.

Bruno Marciano, presidente da Abrasip-MG, entidade realizadora do evento, afirma que é de extrema importância a continuidade do aprendizado e a ideia do seminário é justamente estimular e aumentar o conhecimento na área. “De todas as indústrias, a construção civil se encontra nos patamares menos desenvolvidos. E isso não só no Brasil, mas em todo o mundo. Hoje, em todos os setores, a tecnologia se impõe de forma irrefutável, por meio de robôs, inteligência artificial, para citar alguns exemplos. Mas, na construção, ainda temos métodos muito simples de produção. O Seminário, portanto, vai abordar as dores do segmento quando o assunto é a evolução da instalações, bem como as tendências da área para o nosso mercado”, afirma.

Parcerias

A 16ª edição do SAT contará com o apoio institucional da Associação Brasileira De Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), da Associação Mineira de Engenharia de Incêndio (AMEI), da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBea), da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (SINAENCO), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA), da Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas (ABEE), da Câmara Brasileira de BIM em Minas Gerais (CBIM MG) e do Instituto Metodista Izabela Hendrix.

SERVIÇO

XVI Seminário de Atualização Tecnológica

Inscrições a partir de 08 de agosto

Data de realização do evento: 17 de setembro de 2019, de 8h às 18h e 18 de setembro, de 9h às 12h.

Horário: Credenciamento (7h às 8h)

Local: Auditório do Sebrae Minas (Av. Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada, Belo Horizonte)

Valor: R$ 100,00 para profissionais e R$ 50,00 para estudantes

Mais informações no site e Facebook da Abrasip-MG ou pelo e-mail auxiliar@abrasipmg.com.br

Fotos do Seminário 2018

Saiba mais sobre os SATs anteriores

XV SEMINÁRIO DE ATUALIZAÇÃO TECNOLÓGICA APONTA PATOLOGIAS E TENDÊNCIAS NA CONSTRUÇÃO CIVIL

Evento, promovido pela Associação Brasileira de Sistemas Prediais, foi realizado em 20 de setembro.

Os problemas e novidades na área de engenharia de sistemas prediais foram apresentadas durante o XV Seminário de Atualização Tecnológica (SAT), promovido pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG) em conjunto com o Sebrae. O encontro aconteceu no dia 20 de setembro, das 8h às 18h20, no Auditório do Sebrae Minas (Av. Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada, Belo Horizonte).

Com o tema “Patologias na Construção Civil e Tendências de Mercado”, o Seminário teve como objetivo fomentar o debate em torno das transformações pelas quais vem passando o mercado, apontando os principais problemas e soluções para as edificações. A programação teve foco no aumento da produtividade e eficácia em todos os processos, trazendo cases do setor e novidades em inovação e tecnologia que podem contribuir para elevar a qualidade dos projetos.

De acordo com Érika Esteves Lasmar, membro da equipe organizadora desta edição do SAT, o tema foi escolhido em função de sua importância. “Apesar dos avanços na construção civil, problemas de qualidade ainda são recorrentes na concepção do projeto, no uso de materiais não validados por normas ou que estejam em desacordo com a proposta, na utilização de métodos construtivos e na falta de capacitação da mão de obra. São gargalos que poderiam ser evitados por meio de conhecimentos mais abrangentes sobre o desempenho geral dos materiais, dos processos e das técnicas de construção”, explica Lasmar.

Bruno Marciano, presidente da Abrasip-MG, entidade realizadora do evento, afirma que é de extrema importância a continuidade do aprendizado e a ideia do seminário é justamente estimular e aumentar o conhecimento na área. “De todas as indústrias, a construção civil se encontra nos patamares menos desenvolvidos. E isso não só no Brasil, mas em todo o mundo. Hoje, em todos os setores, a tecnologia se impõe de forma irrefutável, por meio de robôs, inteligência artificial, para citar alguns exemplos. Mas, na construção, ainda temos métodos muito simples de produção. O Seminário, portanto, vai abordar uma dor deste segmento, ao mesmo tempo em que apontará nossos caminhos para o desenvolvimento do mercado”.

Norma de Desempenho NBR 15.575/2013

Em cinco anos de validade, a NBR estabeleceu critérios de desempenho para os projetos e construções das edificações residências. De forma geral, a publicação foi considerada uma vitória para o setor AECO (Arquitetura, Engenharia, Construção e Operação), visto que definiu as informações necessárias a serem inseridas nos projetos e que critérios de desempenho as construções devem atender.

“Trata-se de uma nova maneira de especificar e elaborar projetos, incluindo o conhecimento na utilização de elementos e sistemas da edificação para atender requisitos dos usuários e permitindo que o desempenho do produto final seja traçado desde os primeiros conceitos do projeto. Esta norma está atrelada às outras normas brasileiras e internacionais, todas ligadas à construção civil. A ruína de uma edificação pode ocasionar perdas de vidas e prejuízos financeiros e, por isso, essa discussão promovida pelo SAT não pode ser ignorada”, destaca Lasmar.

Parcerias

A 15ª edição do SAT contou com o apoio institucional da Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (ABECE), da Associação Brasileira De Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), da Associação Mineira de Engenharia de Incêndio (AMEI), da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBea), da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas (SINDUSCON) ,do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (SINAENCO), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA), da Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas (ABEE), da Câmara Brasileira de BIM em Minas Gerais (CBIM MG), do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e do Instituto Metodista Izabela Hendrix.

Está sendo realizado nesta quinta-feira a XV Seminário de Atualização Tecnológica (SAT), promovido pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG) em conjunto com o Sebrae.
 
O encontro acontece no Sebrae Minas, em Belo Horizonte, na Avenida Barão Homem de Melo, 329, no Bairro Nova Granada, e vai até às 18h.
 
O seminário aborda os problemas e novidades na área de engenharia de sistemas prediais, alimentando o debate em torno das transformações que o mercado vive. O presidente da Abrasip, Bruno Marciano, comentou sobre a importância do evento para as empresas. “Vivemos em um momento que a margem de erro está cada vez menor, o objetivo do seminário é fomentar a indústria da construção, para que ela seja mais assertiva e eficiente” afirmou.
 
Leia matéria completa em Estado de Minas
31/10/2018

Os problemas e novidades na área de engenharia de sistemas prediais serão apresentadas durante o XV Seminário de Atualização Tecnológica (SAT), promovido pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG) em conjunto com o Sebrae. O encontro acontece no dia 20 de setembro, das 8h às 18h20, no Auditório do Sebrae Minas (Av. Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada, Belo Horizonte).

Leia a matéria completa em Revista Potência
31/10/2018

O Seminário fomentou o debate em torno das transformações pelas quais vem passando a engenharia de Sistemas Prediais e destacou os principais problemas e soluções para as edificações

Com o tema “Patologias na Construção Civil e Tendências de Mercado”, o XV Seminário de Atualização Tecnológica foi promovido pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG), no último dia 20 de setembro. Engenheiros, arquitetos, estudantes, especialistas e demais profissionais da área estiveram reunidos, no auditório do Sebrae-MG, para debater as últimas novidades do setor e avaliar quais são as melhores soluções para aprimorar os projetos de edificações.

Bruno Marciano, presidente da Abrasip-MG, comentou sobre a trajetória do SAT e sua importância para a cadeia construtiva. “Ao longo dos seus 15 anos, tendo iniciado sua história junto com o Minascon, no Expominas, o Seminário foi consagrado pelo mercado mineiro e, hoje, é um evento esperado pelos profissionais do segmento. Sempre pautado pelas inovações na engenharia, o SAT ganhou o apreço do público, justamente por se preocupar em levar novos conhecimentos e tendências do setor para os seus participantes”.

Para o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae Minas, Teodomiro Diniz Camargos, a parceria com a Abrasip-MG é muito importante, pois as duas entidades, juntas, buscam qualificar todo o segmento de instalações no estado. “Os temas apresentados são caros para a cadeia produtiva da construção e necessários para acompanharmos a rapidez com que as novas tecnologias surgem e se inserem em todas as fases de um projeto. Nesse sentido, o SAT cumpre seu papel em propor discussões em torno das patologias e tendências de mercado”, afirma.

Henrique Naime, vice-presidente de Atividades Técnicas da Abrasip-MG e membro da comissão organizadora do SAT, destacou a relevância dos assuntos tratados no evento. “A cada dia que passa, a sociedade tem mais acesso à informação, consegue identificar as patologias da engenharia e discutir sobre o que são esses problemas. É fundamental levantarmos quais são as principais mazelas que afetam nosso trabalho e propor melhorias. Para isso, o SAT tem o apoio de representantes do meio acadêmico, responsáveis pela formação dos nossos profissionais; do poder público, grande fomentador da engenharia e responsável por boa parte das contratações no setor; dos construtores, que possuem um contato maior com os nossos consumidores finais; dos projetistas, que fazem tudo o que a gente vê nascer na área, e das startups, que contam com empreendedores preocupados em trazer inovações para o mercado”, pontua.

Palestras

A programação do SAT abordou os seguintes temas e contou com palestras de especialistas: Patologias Associadas aos Sistemas Prediais (Cristina Bráulio), Patologias em Obras Públicas (Laura Aguiar), Patologia sob a visão dos construtores (Vinícius Lott), Patologias em Sistemas Prediais (Rony Rossi Horta), Patologias na Construção Civil (Carla Macedo), Cidades Inteligentes: Estudo de Caso RJ e Tecnologias Aplicadas (Henrique Petersen), Tendências de Mercado (Daniel Ribeiro) e O empreendedor e suas decisões não óbvias (Aluir Dias Purceno). Além disso, as startups Coverbox, Trelix, Metha Energia, ZAG, NetResíduos e Recicon levaram suas ideias empreendedoras para o Seminário, mostrando que é possível economizar custos na obra, melhorar processos e ser sustentável, além de práticas diárias como a economia de energia.

Segundo Vinícius Lott, da Direcional Engenharia, o SAT foi bem interessante, porque trouxe à tona um problema da construção civil que aflige diretamente os clientes. “Foi gratificante palestrar no evento, pois consegui mostrar para o público que as patologias estão cada vez mais em evidência e não podem ser ignoradas pelos engenheiros. Também tive a chance de falar a Norma de Desempenho, um dos temas mais discutidos nos últimos anos e que está ligado diretamente aos processos qualidade, principalmente no pós-obra”, diz. Victor Soares, Cofundador da Metha Energia, explica que o Seminário é uma oportunidade sensacional para dizer para as pessoas que é possível inovar, diminuindo custos e sendo sustentável. “Troquei experiências, fiz network e pude apresentar a nossa solução para o público. Sem dúvida, estar junto com a Abrasip-MG, entidade tão reconhecida pelos profissionais da área, nos motiva a empreender ainda mais”, conta.

No final do evento, a diretoria da Abrasip-MG fez uma homenagem aos fundadores, alusiva à comemoração aos 15 anos da entidade. Carlos Alexandre, diretor da LUMENS Engenharia, conta que participa da entidade desde o seu início, quando ela ainda era um sonho entre os seus fundadores. “É recompensador ter contribuído para o crescimento e consolidação da Associação e vê-la se tornar uma referência para o segmento. Fico muito satisfeito e tenho orgulho de fazer parte dessa história”.

Parcerias

A 15ª edição do SAT contou com a parceria das empresas ITAIM Iluminação, Loja Elétrica Ltda., LUX Indústria e Comércio de Materiais Elétricos, Neocontrol Somfy Group e Siemens. Além disso, teve o apoio institucional da Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (ABECE); da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA); da Associação Mineira de Engenharia de Incêndio (AMEI); da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (AsBea); da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG); do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas (SINDUSCON); do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (SINAENCO); do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU); do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA); da Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas (ABEE); da Câmara Brasileira de BIM em Minas Gerais (CBIM MG); do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e do Instituto Metodista Izabela Hendrix.

MATÉRIA: Letícia Carvalho via Assessoria de Imprensa.

FOTOS: Fábio Ortolan
03/10/2018

XV Seminário de Atualização Tecnológica (SAT), promovido pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG) em conjunto com o Sebrae. O encontro acontece no dia 20 de setembro, das 8h às 18h20, no Auditório do Sebrae Minas (Av. Barão Homem de Melo, 329 – Nova Granada, Belo Horizonte). As inscrições estarão abertas a partir de 14 de agosto. Os interessados poderão se inscrever pelo site seminarioabrasipmg.com.br.

Com o tema “Patologias na Construção Civil e Tendências de Mercado”, o Seminário tem o objetivo de fomentar o debate em torno das transformações pelas quais vem passando o mercado, apontando os principais problemas e soluções para as edificações. A programação terá foco no aumento da produtividade e eficácia em todos os processos, trazendo cases do setor e novidades em inovação e tecnologia que podem contribuir para elevar a qualidade dos projetos.

De acordo com Érika Esteves Lasmar, membro da equipe organizadora desta edição do SAT, o tema foi escolhido em função de sua importância. “Apesar dos avanços na construção civil, problemas de qualidade ainda são recorrentes na concepção do projeto, no uso de materiais não validados por normas ou que estejam em desacordo com a proposta, na utilização de métodos construtivos e na falta de capacitação da mão de obra. São gargalos que poderiam ser evitados por meio de conhecimentos mais abrangentes sobre o desempenho geral dos materiais, dos processos e das técnicas de construção”, explica Lasmar.

Bruno Marciano, presidente da Abrasip-MG, entidade realizadora do evento, afirma que é de extrema importância a continuidade do aprendizado e a ideia do seminário é justamente estimular e aumentar o conhecimento na área. “De todas as indústrias, a construção civil se encontra nos patamares menos desenvolvidos. E isso não só no Brasil, mas em todo o mundo. Hoje, em todos os setores, a tecnologia se impõe de forma irrefutável, por meio de robôs, inteligência artificial, para citar alguns exemplos. Mas, na construção, ainda temos métodos muito simples de produção. O Seminário, portanto, vai abordar uma dor deste segmento.”

Norma de Desempenho NBR 15.575/2013

Em cinco anos de validade, a NBR estabeleceu critérios de desempenho para os projetos e construções das edificações residências. De forma geral, a publicação foi considerada uma vitória para o setor AECO (Arquitetura, Engenharia, Construção e Operação), visto que definiu as informações necessárias a serem inseridas nos projetos e que critérios de desempenho as construções devem atender.

“Trata-se de uma nova maneira de especificar e elaborar projetos, incluindo o conhecimento na utilização de elementos e sistemas da edificação para atender requisitos dos usuários e permitindo que o desempenho do produto final seja traçado desde os primeiros conceitos do projeto. Esta norma está atrelada às outras normas brasileiras e internacionais, todas ligadas à construção civil. A ruína de uma edificação pode ocasionar perdas de vidas e prejuízos financeiros e, por isso, essa discussão promovida pelo SAT não pode ser ignorada”, destaca Lasmar.

14/09/2018

O evento começou com mesa inicial composta pelo Presidente da Abrasip Rodrigo Cunha, Vice presidente técnica Carla Macedo e os representantes das instituições Fernanda Basques da ASBEA MG e Hélio Chumbinho ABECE.

Foram ótimos momentos compartilhados em um ambiente que inspira conhecimento e networking. A Abrasip trabalhou para que o evento fosse uma experiência relevante para os profissionais e contou com o apoio de empresas sérias que entendem o quão importante é discutir sobre o cenário e as atualizações tecnológicas que ele passa. Agradecemos aos nossos apoiadores: Itaim e Cordeiro, aos patrocinadores que ajudaram na elaboração do seminário: Lux, Amanco, Siemens. E também aos nossos apoiadores institucionais: Sinduscon MG, CAU/MG, ABEE, CREA-MG, ASBEA, Sinaeco e ABECE.

O evento que ocorreu no Crea-MG, teve como tema, A Utilização Racional de Recursos e Processos em Obras de Engenharia, os palestrantes selecionados para dissertação do tema, foram profissionais relevantes, com um portfólio de grande conteúdo e importância para aos profissionais de Engenharia e Arquitetura.

Engo. Francisco Pimenta (VPS ABRASIP MG), Profa. Grace Cristina Roel Gutiérrez (EA-UFMG), Engo. Jorge Abrão Facury Neto, Engo. Rodrigo S. Andrade, Engo. Rony Rossi Horta (associado ABRASIP MG) e o Engo. Walter Fróes contribuíram com suas experiências para destacar assuntos que compõem o cotidiano dessa área tão importante para nossa economia.

O seminário também contou com a apresentação do Presidente da Abrasip sobre o Manual Técnico, lançado no dia 09 de agosto. Ele dissertou sobre a importância tanto do evento de lançamento quanto do próprio material.

As atividades do dia foram aproveitadas por todos. Os palestrantes demonstraram domínio quanto aos temas discutidos e os participantes se mostraram bastantes interessados quanto aos conteúdos.

No coquetel do evento, tivemos o patrocínio da Krug Bier, que foi possível através de uma parceria efetiva. Foi um momento de descontração que fechou o nosso tão sucedido seminário, a marca além de proporcionar todo esse sentimento de descontração entre os participantes apresentou sua linha expressionista, todos ficaram admirados com a qualidade apresentada.

Foi um sucesso! Por vários motivos: ótimos palestrantes, público, palestras e todo o ambiente favoreceram para que o SAT além de ter oferecido inúmeros conhecimentos para o setor de engenharia e arquitetura, fosse assunto para ser compartilhado, lembrado e ansiado para sua próxima edição.

14/08/2018

O XIII Seminário de Atualização Tecnológica (SAT) reuniu no dia 28 de setembro, no Auditório do Crea-MG, cerca de 200 pessoas da área de arquitetura e engenharia para debater sobre as novas práticas e as soluções que podem contribuir para elevar a qualidade dos projetos. Promovido pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG), os profissionais também discutiram as transformações pelas quais o mercado vem passando.

Com o tema Inovações Tecnológicas em Sistemas Prediais, a 13º edição se destacou pelas palestras técnicas, que abrangem temas como “As novidades da NBR 5419/ 2015”, “As novas tecnologias de equipamentos com redução de consumo de água, torneiras e chuveiros”, “A Internet das Coisas e suas aplicações em edificações comerciais e residenciais, além de uma mesa redonda com fabricantes sobre “As patologias de Tubulações por Água Quente”, “Gestão do Processo de Projetos” e “Retrofit de sistemas sanitários e hidráulico e Parametrizações e Coordenações entre Proteções Elétricas por meio de recursos de seletividade lógica”.

De acordo com o presidente da Abrasip-MG, o engenheiro Rodrigo Cunha Trindade, o evento conseguiu envolver bastante a cadeia da construção, os construtores e projetistas. “A comissão organizadora conseguiu montar uma grade de palestras de alto nível e isso é muito importante para mantermos a qualidade nas edições”, destaca. Para ele, a Abrasip-MG, desde o primeiro ano do seminário, vem desenvolvendo o importante papel de levar informações aos seus associados e ao mercado. “O SAT permite o contínuo aprendizado dos colaboradores que integram o quadro dos associados, fazendo com que nossos serviços se diferenciem pela qualidade e as boas soluções tecnológicas”, afirma.

Trindade explica que o tema escolhido foi devido ao fato de que a sociedade cobra cada vez mais a aplicação da tecnologia nas edificações. Para o presidente da Abrasip-MG, as soluções oferecidas pela engenharia e arquitetura, hoje, precisam ser atraentes sob o ponto de vista financeiro e operacional, para que possam captar potenciais usuários. “Existem tecnologias que já são consolidadas nos negócios, como o uso de aquecedores solares, sistemas de segurança modernos e alguns recursos de automação e controle. Outras inovações caminham para ter uma aplicação mais intensa no setor da construção, como o uso da metodologia BIM para projetos, a energia solar fotovoltaica e a impressão 3D”, exemplifica.

Segundo a engenheira Érika Lasmar, membro da atual comissão do SAT, é de suma importância a continuidade do aprendizado e a ideia do seminário é justamente estimular e aumentar o conhecimento na área. “Participar de seminários e treinamentos contínuos é uma forma de aproveitarmos o tempo e nos manter atualizados. Nos momentos de crise, além de outros fatores importantes nas concorrências, o maior diferencial é o conhecimento e a capacitação”, afirma. A Abrasip-MG, na edição de 2016 do SAT, conta com o patrocínio da Loja Elétrica e Sanitrit. Entre as empresas parceiras estão a Deca, Amanco e Itaim.

O XII Seminário de Atualização Tecnológica (SAT), promovido pela Associação Brasileira de Engenharia de Sistemas Prediais (Abrasip-MG), no último dia 23 de setembro, no Auditório do Crea-MG, inovou ao trazer, além das palestras técnicas, a reflexão sobre o futuro da vida em nosso planeta. Com o tema “Atitudes Sustentáveis”, o evento reuniu gestores públicos, pesquisadores, representantes de diversas entidades, especialistas e demais profissionais da área de engenharia e arquitetura com o objetivo de apresentar as inovações tecnológicas, as novas práticas e as soluções em sistemas prediais que podem contribuir para elevar a qualidade dos projetos, racionalizar o uso dos recursos e promover o consumo sustentável.

Durante a solenidade de abertura, o presidente da Abrasip-MG, o engenheiro Breno Assis lembrou da importância do tema frente à urgência de implementação de práticas sustentáveis no mercado da construção civil. “Temos que estar conscientes do nosso papel nesse novo paradigma social, uma vez que nossas atividades impactam diretamente no modo de vida dos indivíduos”, afirmou. Compondo a mesa que abriu do evento, o vice-presidente da FIEMG e presidente da Câmara da Indústria da Construção (CIC/FIEMG), Teodomiro Diniz Camargos reforçou que o setor vem passando por um período de transição, em que é cada vez mais forte a necessidade de se produzir mais e melhor e que o diálogo é forte aliado neste sentido. “O pais é continental e, por isso, temos que trabalhar em rede, criando canais de comunicação para facilitar que a informação técnica chegue ao associado. Da mesma forma, o associado deve contribuir levando os conhecimentos e experiências da ponta para as entidades. Esse trabalho em rede é fundamental no campo da sustentabilidade, pois, traz novas perspectivas para o avanço de novas práticas sustentáveis na construção civil”, declarou Camargos.

A palestra de abertura, “O que é sustentabilidade?”, ficou a cargo do economista, ex-presidente do IBGE, ex-diretor do BNDES e professor de economia brasileira na PUC-Rio, Sérgio Besserman Vianna. Segundo ele, para que se alcance um modelo de desenvolvimento sustentável, é preciso que a humanidade se volte para soluções nunca antes criadas e repense a forma como se relaciona com o planeta e com os outros, pois, as tecnologias existentes hoje são insuficientes para a preservação da espécie humana. “Em primeiro lugar, para combater as mudanças climáticas nós não poderemos ser tribais, vamos ter que ser globais. Nós vamos precisar da combinação certa entre as empresas, a vida pública e a pressão da sociedade. Teremos que adotar uma política global atrelada a políticas nacionais, regionais, estaduais, etc. Chegou a hora de pagar a conta e nós vamos ter que calcular o custo da degradação do meio ambiente”.

Em uma exposição acerca da situação hídrica do estado, o advogado especializado nas áreas de meio ambiente e recursos hídricos, diretor de Gestão das Águas e Apoio aos Comitês de Bacia do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM) da Secretaria Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais, Breno Esteves Lasmar, falou sobre a disponibilidade de água nas bacias hidrográficas de Minas Gerais. De acordo com o especialista, o IGAM tem trabalhado conjuntamente com conselhos e outras instâncias de governo, pensando em formas de promover estímulos para certificação e de padrões mais eficientes de determinados usos. “No caso específico da água, temos trabalhado com a definição de padrões reconhecidamente eficientes e também com estímulo à produção e à modernização do processo produtivo, de forma que o setor empresarial sinta que o investimento na mudança de paradigma e de comportamento possa significar um retorno real para ele”, ressaltou o advogado.

O Gerente de Planejamento e Monitoramento Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Belo horizonte, coordenador do Programa de Certificação em Sustentabilidade Ambiental de Belo Horizonte e membro do Comitê Municipal sobre Mudanças Climáticas e Ecoeficiência, engenheiro Weber Coutinho, falou sobre “Certificação em Sustentabilidade Ambiental de Empreendimentos e os Sistemas Prediais Eficientes”. Coutinho apresentou os requisitos básicos para o Programa de Certificação em Sustentabilidade Ambiental de empreendimentos públicos e privados no município de Belo Horizonte, que tem como objetivo incentivar a redução dos consumos de água e de energia, e a reciclagem dos resíduos sólidos, ilustrando com estudos de casos de edificações certificadas.

Iniciando a segunda rodada de palestras, com caráter mais técnico, o vice-presidente do CAU/MG, o arquiteto especialista em sistemas tecnológicos e sustentabilidade Júlio de Marco, discorreu sobre os novos desafios a serem enfrentados pelos arquitetos e urbanistas frente ao cumprimento da Norma de Desempenho da ABNT, a NBR 15.575:2013. De acordo com o arquiteto, a questão da sustentabilidade foi colocada enquanto um preceito legal na Constituição de 1988, ao se instituir a função social da cidade e da propriedade urbana. “Neste sentido, a ABNT NBR 15.575:2013 confere a obrigatoriedade de práticas construtivas mais sustentáveis, pois, é mais vantajoso garantir que serviços e obras de edificações prediais apresentem conformidade a fim de se evitar retrabalhos e suas consequentes perdas econômicas, sociais e ambientais”, afirmou.

A energia limpa – aquela que não libera ou libera níveis muito baixos de resíduos ou gases poluentes geradores do efeito estufa e do aquecimento global durante seu processo de produção ou consumo – foi tratada na palestra do diretor da Emap Solar, o engenheiro civil Evandro Pinho Lara, responsável por desenvolver projetos na área de energias renováveis para obras de grande porte, destacando-se a montagem das estruturas e módulos fotovoltaicos do Mineirão e mais de 200 kWp de instalações em micro e mini geração em mais de 40 municípios de Minas Gerais.

Após falar dos aspectos técnicos e demonstrar casos dos diversos tipos de sistemas geradores de energia limpa existentes e economicamente viáveis, Evandro Lara valou sobre as oportunidades no mercado mundial. De acordo com o profissional, entre os sistemas que vêm apresentando melhor disseminação no Brasil está a energia solar fotovoltaica, devido às condições climatológicas e geográficas do país. “Estima-se que o equivalente a todo o consumo de energia elétrica de 2011 poderia ser gerado com 2.400 km² de painéis fotovoltaicos, o que corresponde a menos de 0,03% do território nacional”, afirmou.

Após falar dos aspectos técnicos e demonstrar casos dos diversos tipos de sistemas geradores de energia limpa existentes e economicamente viáveis, Evandro Lara valou sobre as oportunidades no mercado mundial. De acordo com o profissional, entre os sistemas que vêm apresentando melhor disseminação no Brasil está a energia solar fotovoltaica, devido às condições climatológicas e geográficas do país. “Estima-se que o equivalente a todo o consumo de energia elétrica de 2011 poderia ser gerado com 2.400 km² de painéis fotovoltaicos, o que corresponde a menos de 0,03% do território nacional”, afirmou.

Fechando a programação técnica, o uso de softwares de construção virtual para análise de construtibilidade das instalações foi o assunto abordado pelo diretor da FortBIM Engenharia, Bruno Angelim, que explicou um pouco como acontece o fluxo do trabalho no ambiente da plataforma BIM, dando exemplos de trabalhos em que já atuou. “Os softwares compatíveis com a plataforma oferecem suporte ao projeto ao longo de suas fases, permitindo melhor análise e controle quando comparado aos processos manuais”, afirmou o engenheiro, apontando nas telas da interface do programa os dados precisos que ele fornece e que são fundamentais no apoio às atividades de construção e logística, do planejamento à execução, passando pela orçamentação dos empreendimentos. Entre os ganhos apontados por Bruno Angelim estão a comunicação mais eficiente entre as partes do projeto e a transferência fluente de informações da construção, que resultam num fluxo de trabalho integrado, com a entrega eficiente e precisa do projeto.

Com o objetivo de incentivar a inovação e a reflexão sobre os novos caminhos, práticas e ideias nas empresas de engenharia de sistemas prediais, o XII SAT promoveu a palestra extra técnica do professor e palestrante motivacional Luciano Pires sobre oportunidades disfarçadas. Em sua apresentação, Luciano Pires abordou questões relativas as possibilidades que podem estar escondidas em diversas situações, às vezes bem adversas, e que se bem aproveitadas poderão significar uma mudança completa do negócio e no cotidiano das pessoas que fazem parte das organizações.

A cerimônia de encerramento do evento contou com a presença do Prefeito em Exercício e Secretário Municipal de Meio Ambiente, Délio Malheiros, que entregou o Selo BH Sustentável a dois novos empreendimentos da capital, reconhecidos como empreendimentos sustentáveis.

O Centro de Distribuição da Loja Elétrica recebeu o Selo BH Sustentável na categoria Ouro, por reduzir o consumo de energia em 80% e de água em 57,5% se comparadao a parâmetros convencionais, além de reciclar 100% dos resíduos gerados. O Edifício Parque Avenida, que está sendo construído pela Odebrecht Realizações Imobiliárias, recebeu o Laudo de Aprovação da Proposta de Construção. Esse laudo certifica que o edifício está sendo construído de forma a obter uma redução de 27% no consumo de energia, e 33% no consumo de água se comparado a parâmetros convencionais, quando estiver pronto. O projeto prevê ainda a reciclagem de 80% dos resíduos sólidos que serão gerados. Esses índices, se confirmados pela auditoria que será realizada quando a obra for concluída, garantirão ao empreendimento o Selo BH Sustentável na categoria Ouro.

Para Délio Malheiros, a sustentabilidade é um conceito que deve ser seguido por todos, e a administração pública deve estimular a prática de processos mais sustentáveis. “O selo BH Sustentável é um avanço. Ele certifica os processos construtivos que contribuem para minimizar os impactos ambientais, de acordo com índices pré-estabelecidos, em relação ao consumo de água e energia, e à geração de resíduos sólidos. É um reconhecimento do poder público a todos que se preocupam com o meio ambiente”, afirmou.

O presidente da Abrasip-MG encerrou o evento agradecendo a presença do público, dos parceiros institucionais e do prefeito em exercício: “Que bom que um gestor público tem essa visão e a iniciativa de desenvolver projetos como o Selo BH Sustentável. Em nome das empresas projetistas e entidades do setor presentes aqui hoje, gostaria de nos colocar à disposição para contribuir no que for necessário”, finalizou.

O XII SAT contou com o patrocínio da Deca, da Amanco, da Loja Elétrica LTDA, da Schneider Electric, o apoio da Itaim Iluminação e apoio institucional da Associação Brasileira de Engenheiros Eletricistas (ABEE-MG), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA-MG), da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), do Grupo de Empresas Mineiras de Arquitetura e Urbanismo (Gemarq), do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado de Minas Gerais (Sinduscon-MG), do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-MG) e do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva de Minas Gerais (Sinaenco-MG).

14/10/2015

 

Veja o álbum de fotos completo no Flickr da Abrasip-MG:

 

01/10/2015

 

Estão abertas as inscrições para o XII Seminário de Atualização Tecnológica (SAT)  – “Atitudes Sustentáveis”, que acontece no dia 23 de setembro, das 7h30 às 18h, no Auditório do Crea-MG (Av. Álvares Cabral, 1600 – Santo Agostinho).

O encontro propõe, além da atualização tecnológica, a discussão sobre os desafios e oportunidades das empresas de engenharia de sistemas prediais frente à urgência de implementação de práticas sustentáveis no mercado da construção civil.

Neste sentido, a programação aborda temas como a situação hídrica do estado, consumo responsável, certificação ambiental em empreendimentos, normas de desempenho, geração de energia limpa, construção virtual e estudos de caso referentes a sistemas elétricos e instalações hidráulicas, além de tendências em projetos arquitetônicos.

As inscrições para o evento podem ser feitas pelo site: seminarioabrasipmg.com.br/inscricoes.asp.

Mais informações: (31) 8482-9961 | seminarioabrasipmg.com.br

Programação

HorárioASSUNTOPALESTRANTE
7:00h – 8:00hCredenciamento 
8:00h – 8:25hAbertura (SEBRAE / ABRASIP) 
8:30h – 9:05h

Contribuição da Academia na Prevenção e no Estudo das Patologias Associadas aos Sistemas Prediais

Cristina Braúlio

9:10h – 9:45h

Patologias em Obras Publicas

Laura Aguiar

9:45h – 10:05hCoffee break 
10:10h – 10:45h

Patologia sob a visão dos construtores

Vinícius Lott (DIRECIONAL)

10:50h – 11:25hPatologias em Sistemas PrediaisRony Rossi Horta
11:30h – 12:40hPainel – Patologias na Construção CivilCarla de Paula Amaral Macedo (mediadora)
12:40h – 14:00h

Almoço

 
14:00h – 15:00h

Apresentação de Start Ups

COVERBOX/TRELIX/Metha Energia
ZAG/Net Resíduos/RECICON

15:05h – 15:40hCidades Inteligentes: Estudo de Caso RJ e Tecnologias aplicadasHenrique Petersen Paiva
15:40h – 16:00h

Coffee Break

 
16:05h – 16:40

Tendências de Mercado

Daniel Ribeiro
16:45h – 17:20h

O empreendedor e suas decisões não obvias

Aluir Dias Purceno
17:25h – 18:00hHomenagem aos fundadores da ABRASIP-MG 
18:00hEncerramento 

A construção de um mundo sustentável vai além da busca pela inovação para a preservação dos recursos. Ser sustentável é repensar atitudes e o modo como vivemos.

Partindo desse princípio, o XII Seminário de Atualização Tecnológica (SAT) traz palestras e debates com a proposta de estimular práticas ambientalmente responsáveis no dia a dia das empresas e de todos os envolvidos.

O evento está marcado para o dia 23 de setembro, das 7h30 às 18h, no Auditório do CREA-MG (Av. Álvares Cabral, 1600, Santo Agostinho, Belo Horizonte – MG).

Confira a programação:

Sergio Besserman – “O que é sustentabilidade?”

Breno Lasmar – “Situação hídrica do estado e consumo sustentável”

Weber Coutinho – “A Certificação em Sustentabilidade Ambiental de empreendimentos e os Sistemas Prediais Eficientes”

Júlio de Marco – “Atuação dos profissionais de arquitetura e engenharia frente à Norma de Desempenho”

Evandro Lara – “Geração de energia limpa”

Bruno Angelim – “Construção virtual”

Luciano Pires – “Oportunidades disfarçadas na autogestão”

Confirma as fotos da 10ª Edição do SAT – Seminário de Atualização Tecnológica

28/11/2014

Veja as fotos da 11ª Edição do SAT – Seminário de Atualização Tecnológica.

28/11/2014

Vídeos

Ideias levantadas durante o XV SAT continuam instigando mudanças no mundo da construção civil, mesmo após o término do evento. Relembre as pautas discutidas neste seminário que se transformou em um dos mais esperados pelos profissionais da área.

O Diretor de Engenharia da Termotécnica, Normando Alves, destacou a importância de discutir as patologias nas instalações das edificações. Para ele, esse é um dos maiores problemas nas construções prediais.

Empresas e profissionais renomados na área de construção civil marcaram presença no XV SAT – Seminário de Atualização Tecnológica – realizado pela Abrasip – no dia 20 de setembro. O diretor de operações da Artecon Engenharia, Luiz Maurício, foi um deles e gostou das parcerias e debates.

O sucesso do evento se deu também devido às fortes parcerias. Unir empresas e representantes da cadeia da construção civil contribui para revigorar o mercado. Um bom exemplo é a parceria da Abrasip-MG com a Loja Elétrica.

Inscreva-se no nosso canal do Youtube e fique por dentro de tudo o que acontece na Abrasip-MG.

Newsletter

Cadastre-se! Fique por dentro das novidades da ABRASIP-MG e do mercado de Sistemas Prediais:

Siga-nos
Galeria